Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A voz do silêncio

A voz do silêncio

Síndrome da empatia excessiva ou sensibilidade excessiva?

"Tu tens algo que pouca gente tem."  "Eu? O quê? "
"Muita empatia" 
 
Eu sou capaz de sentir o que tu sentes. Tento compreender-te e muitas vezes sinto compaixão. Uso a inteligência para justificar o teu comportamento e consigo sempre colocar-me no teu lugar, sou como uma antena que absorve e envolve cada emoção do meu ambiente. Nem sempre consigo gerir essa sobrecarga emocional. Esse excesso de empatia ou sensibilidade excessiva não faz com que não veja nos outros aquilo que de pior o outro tem mas faz com que  muitas vezes, eu tente compreender e tente solucionar o que não tem solução. Sou muito protetora e tento ver sempre o lado bom das pessoas. Acredito que existe sempre um lado bom. Sou dona do meu nariz e tomo as minhas decisões por mim, sei dizer não quando é preciso mas... 
Não sei porque me sinto sempre na pele do outro. Não sei porque tento compreender. Não sei porque sinto isso. Muitas vezes não há fronteira entre o "eu" e o "outro". Sinto-me muitas vezes um balão com vários alfinetes apontados e que por algum motivo não estoira. 
 
Síndrome de empatia excessiva ou hipersensibilidade?
 
Ver eu vejo, sentir eu sinto, desconfiar desconfio, saber eu até sei, reprovo comportamentos, mas tento sempre compreender! 
 
Este post já estava guardado no baú faz algum tempo e hoje senti necessidade de o tornar público. 
 
 
 
 
 
 
 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D